domingo, 4 de maio de 2008

Ambição


Consultei a Angélica, que tinha me proibido de tomar decisões importantes sem falar com ela, e como sou obediente, fui fazer uma visitinha para deliberarmos sobre o meu futuro. Entre o jogo de hockey e o feijão, a conclusão aparentemente menos nebulosa era que um MBA seria muito interessante, carreiristicamente falando.
Outro dado, este crucial, era que eu estava exatamente sobre o ponto de inflexão: até agora, as seis matérias que eu já fiz na pós da McGill também fazem parte do MBA que eu vi na Concordia; as próximas que eu teria que fazer, contudo, não tinham cara que poderiam ser validadas.
Como não havia tempo a ser perdido, entrei em contato com a Concordia para ver se eu já conseguia adiantar o aproveitamento das matérias, e talvez já começar a fazer aula como aluno especial enquanto o processo de inscrição e seleção não desencantasse.
Não deu tempo de ficar animado, e nem de bater o medo da importante decisão: a Concordia me respondeu rapidinho dizendo que os cursos que eu estou fazendo são de nível 500, que não é mestrado, e portanto não podem ser aproveitados como cursos de mestrado, que são de nível 600. Como se diria na minha terra, é outro patamarrrrrrrrrr.
Acho que um MBA realmente seria mais útil para a minha carreira do que a pós que eu estou fazendo, mas traria com certeza muito mais trabalho, mais stress, e precisaria de muito mais tempo para ser terminado. E eu estava considerando a troca muito seriamente, mas só enquanto me enganei com a idéia de que as minhas matérias pudessem ser aproveitadas. Como não é possível, vou acabar essa pós de uma vez por todas, e ir fazer escola de circo e culinária depois, porque essa vida ninguém merece.

3 comentários:

Renzo disse...

Vi essa tirinha, e achei que tinha a ver com sua ambição: http://www.phdcomics.com/comics.php?f=1012

Abração!!

Livia disse...

Dan-dan, depois de um tempo longínquo, eis que te encontro por aí! Um beijo grande!

guerson disse...

Oi Danilo,

Nao se desanime... o MBA jah nao eh mais o pulo carreiristico que um dia foi. Alias, as empresas estao comecando a achar que MBAs sao pouco criativos no seu problem-solving e jah nao valorizam tanto. Tenho amigos com MBA que nao conseguem ir pra frente na carreira ou estao desempregados enquanto outros sem MBA estao chegando a cargos de direcao e vice-presidencia... Ou seja, o que importa hoje em dia eh vc mostrar que eh bom de servico. Acho que a pos que vc esta fazendo serah de bom tamanho pra colocar o pe dentro mas dai em diante eh contigo mesmo...