segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Bruxas

Ontem nos reunimos eu e meus amigos com quem divido o apartamento para uma tarefa muito importante: entalhar a abóbora (ou moranga) para o tradicional Jack-O'-Lantern, clássica figura neste mês do Dia das Bruxas.
Depois de todo um trabalho em conjunto para o design do rosto que a nossa abóbora ia ganhar, partimos para a faca, mãos lambuzadas para tirar as sementes e as melecas internas, e finalmente dar ao fruto uma expressão bem expressiva.
Com uma vela dentro, ficou perfeito. E colocamos na porta do prédio, onde ficaria brilhando e assustando os maus espíritos para que não entrassem em casa, até o dia 31. Mas não durou tanto: algum %$&@! da puta deve ter gostado tanto do nosso design, e roubou a nossa abóbora talhada! Não deu tempo nem de tirar foto!
As sementes foram colocadas com sal para torrar no forno, e duraram mais um ou dois dias, mais do que o projeto todo que deveria servir para fazer esse bairro de gente estranha entrar no clima da festa tão tradicionalmente norte-americana.

Um comentário:

Bruno Mendes disse...

Gostei do "%$&@! da puta"!

Geralmente os pudores são com a puta, não com o filho. Um bom ajuste para o moral dos palavrões.